Quer mandar a bola de tênis de mesa a 110 km/h? Comece a treinar no Nosso Clube

Associados contam com equipamentos profissionais para prática da modalidade

Jogadores de tênis de mesa de alto rendimento conseguem fazer a bola atingir a velocidade de 110 km/h e são capazes de imprimir tanto efeito nela que tornam quase possível sua devolução para quem não é especialista no jogo. Porém, para chegar a esse nível, é preciso muito treino e dedicação. E se seu objetivo é dar os primeiros passos nessa modalidade, reconhecida como uma das mais populares do mundo, o Nosso Clube oferece todas as condições para isso.
 
Os associados têm à sua disposição uma sala própria para o tênis de mesa, com quatro mesas oficiais, além de redes, raquetes e bolas profissionais. Podem participar das aulas e treinos crianças a partir de 7 anos. Limite máximo de idade? Nenhum. “No Nosso Clube, temos um praticante com mais de 80 anos”, ressalta o professor e técnico Alexandre Bigeli. 
 
Muito conhecido como pingue-pongue, esse esporte se tornou tênis de mesa no século 19, na Inglaterra. Em 1921, foi criada uma Associação de Tênis de Mesa e, cinco anos depois, a Federação Internacional de Tênis de Mesa. Londres sediou o primeiro Mundial em 1927. Mas demorou para a modalidade se tornar olímpica: foi só em 1988, nos Jogos de Seul. 
 
Trata-se de um esporte que traz muitos benefícios para o praticante. “Ajuda na coordenação motora fina e agilidade, melhora o tempo de reação e estudos comprovam que é a segunda modalidade que mais desenvolve o raciocínio”, enumera Alexandre. “Hoje alguns governos utilizam o tênis de mesa como parte do tratamento do mal de Parkinson”.
 
Para participar das aulas no Nosso Clube, basta ao associado se dirigir à sala da modalidade para fazer uma aula experimental. Se gostar, é só efetuar a inscrição na secretaria, sem necessidade de pagamento de qualquer taxa extra. Os alunos que se destacam na escolinha são convidados, conforme o nível técnico, para participar de competições representando o clube. 
 
O Nosso Clube é filiado à Federação de Tênis de Mesa do Estado de São Paulo e participa mensalmente de competições pela Liga Metropolitana de Tênis de Mesa. As atividades da modalidade no clube serão retomadas assim que a pandemia de coronavírus for contornada.
Voltar